Scroll Top

O que é Avivamento Espiritual?

Avivamento Espiritual segundo a Biblia

O avivamento espiritual é o derramamento do Espírito Santo é um dos mais profundos e genuínos anseios do cristão sincero e biblicamente embasado, que não se conforma com uma vida cristã medíocre. Todo crente fiel, qualquer cristão que se interessa pelo crescimento do Reino de Deus aqui na terra, deseja o avivamento, prega o avivamento, ora incessantemente pelo avivamento.

Versiculo sobre Avivamento – Habacuque 3:2

2 Ouvi, Senhor, a tua palavra, e temi; aviva, ó Senhor, a tua obra no meio dos anos, no meio dos anos faze-a conhecida; na tua ira lembra-te da misericórdia.

AVIVAMENTO ESPIRITUAL É:

Ato ou efeito de avivar (-se). Tornar mais vivo, mais nítido, mais intenso, mais ativo, mais visível. Avivar é estimular, realçar, exacerbar, atiçar (o fogo). Diz-se da pessoa animada, cheia de vigor, alegre, empreendedora etc.

 

I. CONDIÇÕES IMPORTANTES PARA UM AVIVAMENTO GENUÍNO:

1.1 —Desejo
Não haverá avivamento sem que os que estão empenhados em buscá-lo o desejem profundamente (Jeremias 29.13). O avivamento somente poderá tornar-se realidade se houver vontade de participar de um despertamento espiritual. Como sabemos se uma pessoa tem vontade? Por meio de suas atitudes.

1.2 — Obediência
Todo avivamento tem de passar pelo caminho da obediência. Se os discípulos não tivessem obedecido às ordens de Jesus de ficar em Jerusalém (Lucas 24.49), não receberiam o batismo no Espírito Santo.

1.3 — Autenticidade
A imitação ou o desleixo não leva ao avivamento. O avivamento acontecerá como resultado da obediência a Cristo (2 Crônicas 7.14-16) e como fruto da revelação dada pelo Senhor à Igreja, a alguém ou a algum grupo. O Senhor sempre utiliza métodos novos para realizar o avivamento.

1.4-Busca
Não seremos crentes avivados se não buscarmos o avivamento. Em Atos 1.14, as mesmas pessoas que obedeceram à ordem de Jesus, em Lucas 24.49 perseveraram unânimes em oração e súplicas.

II. ATITUDES DE QUEM TEM O AVIVAMENTO DO ESPÍRITO:

2.1 — Promove a paz
O crente avivado tem comunhão com os demais irmãos (Romanos 12.18). Exerce o ministério da reconciliação (2 Coríntios 5.18).

2.2 – Coopera na sua igreja
1 ajudar sem a pretensão de ser o primeiro, sem tapinha nas costas, sem reconhecimento (Gálatas 6.9,10).

2.3 —Aceita o outro
Temos de aprender a aceitar o nosso irmão do jeito que ele é. Muitas vezes queremos que as pessoas estejam enquadradas dentro do nosso padrão (1 João 2.9-11).

 

III. QUATRO ELEMENTOS ESSENCIAIS PARA SE ALCANÇAR O AVIVAMENTO:

3.1 — Unanimidade
Não acontecerá avivamento se não houver busca. Os crentes somente poderão alcançar o genuíno avivamento se perseverarem unanimemente em oração e súplicas (Atos 1.14). Se quisermos um avivamento, devemos unir-nos em um mesmo objetivo e propósito, como fez a Igreja Primitiva.

3.2 — Oração
É dobrar os joelhos, inclinar o rosto e clamar a Deus. Quando alguém no Velho Testamento buscava uma resposta de Deus rasgava suas vestes, vestia-se de pano de saco, cortava o cabelo e jogava cinzas sobre a cabeça (Josué 7.6; 1 Reis 2 1.27). Para nós, cristãos, isto é símbolo de humilhação e quebrantamento.

3.3 — Perseverança
Quem busca o avivamento deve persistir nessa busca. É o que ensina Colossenses 4.2. Começar qualquer coisa é fácil. Difícil é continuar o que se começou.

3.4 — Mudança
Quando oramos como os irmãos da Igreja Primitiva, algo de extraordinário acontece. Mover é deslocar, é fazer alguém sair do lugar onde está. Isto verificamos claramente em Atos 4.3 1.Avivamento Espiritual

IV. CARACTERÍSTICAS DE UMA VIDA GENUINAMENTE AVIVADA:

A pessoa avivada pelo Espírito Santo:
4.1 —Imita a Cristo
Paulo disse na carta aos Coríntios: “Sede meus imitadores como
eu sou de Cristo” (1 Coríntios 11.1). O apóstolo tinha autoridade e vida exemplar semelhante as de Cristo. Veja também emFilipenses 4.9.

4.2 — Teme a Deus
A pessoa cheia do Espírito Santo teme a Deus. Tem medo de pecar, e, quando peca, cai num profundo arrependimento
(Apocalipse 14.7).

4.3 — Vive desapegado dos bens materiais
A pessoa cheia do Espírito Santo não está presa ao materialismo. Sabe que, se esperar em Cristo somente nesta vida, é o mais miserável de todos os homens (1 Coríntios 15.19).

4.4— Prega a Palavra de Deus
Os apóstolos anunciavam a Palavra com ousadia (Atos 4.31) porque estavam cheios do Espírito Santo. Devemos pregar o Evangelho com fé.

4.5 — Faz uso dos dons e da autoridade
Precisamos de um avivamento para que tenhamos fé que, orando, podemos fazer as coisas acontecerem. Precisamos de um avivamento para que tenhamos forças para enfrentar as lutas, para testemunharmos do Evangelho com poder e ousadia, como fazia a Igreja Primitiva (Atos 4.33).

V. O CRENTE AVIVADO DESENVOLVE ALGUNS PRINCÍPIOS QUE IDENTIFICAM A SUA PROFUNDA COMUNHÃO COM DEUS E OS IRMÃOS

Ele:
5.1- Fala a verdade
O crente avivado fala com o seu irmão somente a verdade (Efésios 4.25; Colossenses 3.9,10).
5.2 — Ajuda e suporta
O crente avivado sabe suportar o seu irmão mais fraco e não procura agradar a si mesmo (Romanos 15.1).
5.3 – Promove a paz
Onde o crente avivado chega, chega também com ele a paz, a tranqüilidade (Romanos 12.18).
5.4 — Coopera na obra de Deus
Este é mais um princípio para a comunhão entre os irmãos. Paulo cita uma lista de cooperadores em Romanos 16.1-15.
5.5 —Aceita o outro
Só haverá profunda comunhão se todos aceitarem todos, pois, como diz Romanos 12.3, “o que come não despreze o que não come; e o que não come não julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu’
5.6 — convive com os irmãos
O crente avivado tem um convívio saudável com os irmãos, conforme os crentes da Igreja Primitiva (Atos 2.46).
5.7— Exerce o perdão
O crente que tem recebido o avivamento do Espírito Santo se dispõe a perdoar a quem lhe ofender, cumpre o que disse o apóstolo Paulo em 2 Coríntios12.15.
5.8 — Doa o que lhe é necessário
O crente avivado coloca-se no lugar do outro. Tem compaixão e ajuda o necessitado, como fizeram os crentes da Macedônia (2 Coríntios 8.1-3).

CONCLUSÃO

O crente avivado recebe a graça para perdoar. Graça é também amar sem ser amado. Paulo faz um comentário sobre isso em 2 Coríntios 12.15. Ë preciso ter compaixão e ajudar os necessitados. Imitemos os nossos irmãos da Macedônia, que ajudavam os crentes mais pobres da Judéia (2 Coríntios 8.1-3). Oremos a Deus para que a nossa igreja seja sacudida pelo vento do Espírito Santo. Somente Ele poderá derramar o verdadeiro avivamento no meio do Seu povo e soprar aquele mesmo vento impetuoso do Dia de Pentecostes (Atos 2.2).

Leia Tambem: Jesus a Viuva de Naim e um Grande Milagre

Autor: Pastor Silas Malafaia 

Summary
Review Date
Author Rating
51star1star1star1star1star

Leia Tambem:

Comentários via Facebook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Participe do Programa Teologia para Todos 2017 - CLIQUE AQUIQUERO PARTICIPAR